Tolerancia na America

Tolerância na América

Tolerância na América

Uma das coisas mais importantes ao estudar no exterior é sentir-se acolhido e bem-vindo pela comunidade do país escolhido.  Em um lugar tão grande e diverso como os Estados Unidos, as opiniões sobre questões sociais variam muito de estado para estado, até porque os americanos têm costume de morar cerca de pessoas com os mesmos ideais. Até onde vai a tolerância do americanos?

O site ABODO fez uma pesquisa baseada em tweets de pessoas sobre temas como etnia, gênero, religião e orientação sexual, e descobriram mais de 12 milhões de tweets preconceituosos entre Junho de 2014 até Dezembro de 2015 sobre os assuntos. O site, então, analisou os resultados dentro do contexto local e destacou os estados mais preconceituosos para cada tema.

Linguagem Depreciativa

Tolerância na América

A taxa geral do uso de linguagem depreciativa no Twitter mostra quais estados são mais intolerantes de acordo com a investigação. Isso inclui insultos e linguagem preconceituosa contra negros, hispânicos / latinos, mulheres, gays, etc.

No geral, o estado de Louisiana ocupa os primeiros lugares com 1.155 em cada 100.000 tweets contendo insultos, indicando que, aproximadamente, 1 em 87 tweets originário da Louisiana durante o período de pesquisa continha algum comentário preconceituoso. Em segundo vem Nevada com 929, e Texas com 925.

Tolerância na América

Em contrapartida, as pessoas que fizeram menos insultos e comentários preconceituoso vivem nos estados de Wyoming com 120 tweets por 100.000, Montana com 121 e Vermont com 176.

Insultos racistas contra negros

Captura de Tela 2016-08-31 às 9.50.05 AM

Foram pesquisados no Twitter a menção de vários insultos e notou-se que entre Junho de 2014 e Dezembro de 2015 a maioria dos estados dos EUA fez os tweets que continham esses insultos apenas centenas de vezes. O que é uma quantidade relativamente pequena e um bom sinal. No entanto, a diferença nas taxas de entre os estados é impressionante. West Virginia mostra a taxa mais elevada, de longe, com 83,2 por 100.000 tweets que contenham insultos. Em segundo e terceiro lugar estão Maryland e Louisiana, com 36,5 e 31,3 por 100.000.

Tolerância na América

A imagem acima mostra as taxas de acordo com cada cidade. Baltimore, Atlanta e Nova Orleans contém as maiores taxas de insultos contra negros e são cidades que possuem uma grande proporção de cidadãos negros.

Tolerância na América

Acima mostra os estados que usam uma linguagem mais neutra no Twitter quando referindo-se a pessoas negras. Os estados com uma taxa maior são Maryland, seguido de Geórgia e Louisiana onde a população negra também é grande. No entanto, estados com baixo número de população negra, como Wyoming e Dakota do Sul, apresentam uma baixa taxa de linguagem neutra.

Insultos a pessoas hispânicas e latinas

Tolerância na América

Os estados com maiores taxas de insultos são também os 5 estados com maior proporção de hispânicos e latinos nos Estados Unidos, são esses Califórnia, Texas, Nevada, Arizona e Novo México.

Tolerância na América

As cidades do estado da Califórnia mostram os índice mais elevados de tweets contendo insultos a hispânicos.

Sexismo

Tolerancia na AmericaCaptura de Tela 2016-08-31 às 1.58.13 PM

O estado de Louisiana está em primeiro lugar em uso de linguagem depreciativa contra mulheres com 894 por 100.000, em segundo lugar está Texas com 659 e Maryland em terceiro lugar com 650. Excluindo o termo “bitch” muda a paisagem de insultos sexistas drasticamente. Nevada está agora na liderança com 133 por 100.000 tweets.

Tolerancia na AmericaCaptura de Tela 2016-08-31 às 2.01.09 PM

Vendo pelas cidades, notamos que Nova Orleans fica em primeiro lugar com 1.696 por 100.000 tweets. Quando excluido o termo “bitch” das pesquisas, nota-se que Atlanta então sai de segundo para primeiro lugar com 1.580 por 100.000.

Apesar desse assunto ser algo muito sério, lembre-se que algumas pessoas sentem-se totalmente à vontade ao se expressarem na internet, muitas vezes tratando com hostilidade e insultos. Mas isso não necessariamente significa que a comunidade te tratará de maneira hostil, ou que você será vítima de preconceito. Leve em consideração os dados da pesquisa mas não deixe que isso seja uma barreira entre você e seu sonho de estudar no exterior.

Se quiser ver a pesquisa completa com todas as informações, clique aqui.

Share this article with your friends:
0

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *